Home > Bem Gerar > Picos de crescimento e Saltos de desenvolvimento

Picos de crescimento e Saltos de desenvolvimento

Você já ouviu falar disso?

De repente seu filho que dormia tranquilamente, passa a acordar de hora em hora, ou fica mais chorão, e a mãe, principalmente se primeira viagem se desespera e acredita ter algo de errado com seu bebê!

Calma! Nem tudo está errado, nem todo choro é doença!

Quando o bebê nasce tudo se torna estranho e novo.

São cheiros, formas, luzes, fome, dor, sono, frio, calor, milhões de sensações e sentimentos novos que ele não sentia no útero materno, que ele ainda não compreende.

A Cada mês novas mudanças e novas habilidades ocorrem e são aparentemente visíveis. Essas mudanças e habilidades não são adquiridas de maneira sistemática, dia após dia e sim adquiridas em picos. O crescimento e o aprendizado dos bebês têm períodos de aceleração, momentos de grande “explosão” e outros de desaceleração, por isso chamamos de Picos e Saltos.

Picos de Crescimento: fases de crescimento físico acelerado, altura, peso.

Durante os picos de Crescimento os bebês sentem uma necessidade maior de mamar, eles precisam de mais alimento e nutrientes, pois é exatamente nesses períodos que os bebês crescem e engordam mais.

A produção de leite da mulher acompanha o ritmo do bebê e como nesses períodos os bebês acabam precisando de mais leite, eles necessitam mamar mais vezes para conseguir saciar toda a sua necessidade. É importante alimentar os bebês sempre que eles solicitarem durante as crises, é uma questão de necessidade e não de fugir da rotina. Aliás, a amamentação em livre demanda é indicada em qualquer momento.

Nos picos de crescimento o bebê fica mais agitado, acorda várias vezes a noite desejando mamar a cada hora e sugando com mais vigor. Devido a isso, muitas mães pensam que estão com “pouco leite” ou que não tem a quantidade suficiente que o seu bebê precisa. Uma confusão clássica desses períodos, o que acaba ocasionando a introdução desnecessária de complementos, fórmulas infantis (leite em pó).

Os picos duram geralmente uma semana, mas cada bebê tem necessidades diferentes e esse tempo pode variar. De qualquer forma não são períodos longos, alguns picos duram 2 dias, outros 7, outros 10.

Muito importante nesse momento a mulher receber apoio e acompanhamento de profissionais especializados em aleitamento. É só uma fase, vai passar!

Saltos de Desenvolvimento: aquisição de novas habilidades, como: sorrir, pegar coisas, engatinhar.

Os saltos de desenvolvimento ocorrem quando o bebê está desenvolvendo uma nova habilidade e isso pode acontecer em diversos aspectos, como por exemplo: mudanças na visão, os bebês começam a enxergar as coisas de maneira mais focada, quando começam a sorrir (o famoso sorriso social), interagir mais com os pais e principalmente quando ocorrem mudanças no seu desenvolvimento motor: começam a controlar os movimentos finos (conseguir pegar algum objeto com a mão), firmar a cabeça, aprendem a sentar, engatinhar e caminhar.

Todas essas mudanças trazem sensações e sentimentos desconhecidos para o bebê, fazendo com que ele se sinta perdido, pois o seu sistema perceptivo e cognitivo mudou, mas ele ainda não conseguiu entender porque isso ocorreu, ele ainda não se adaptou as mudanças. Então, novamente o mundo se torna um lugar estranho, inseguro, desconhecido, fazendo com que o bebê sinta necessidade de voltar para “a base”, para a sua segurança, ou seja, a mãe e seu ventre!

Por isso, nessas fases os bebês ficam tão carentes, choram para tudo, demandam mais colo, mamam mais ou menos, acordam várias vezes na noite. Geralmente algo comum que acontece é acordar a cada ciclo de sono para treinar a nova habilidade e geralmente nesse despertar é comum que os bebês precisem dos pais para voltar a dormir, o que afeta diretamente a qualidade do sono dos mesmos.

Resumindo: os saltos no desenvolvimento e picos de crescimento são eventos diferentes que podem ou não acontecer na mesma época. O primeiro é ligado ao desenvolvimento do bebê em si, enquanto o segundo se refere à alimentação. As duas coisas podem alterar os padrões de sono do bebê e é sempre importante respeitar e entender o que está acontecendo com seu filho, para criar ou retornar aos bons hábitos de sono, tão necessários à saúde da criança.

Por isso Mamães tenham calma, busquem apoio, informação que vai passar! Seu bebê está crescendo!

picos e saltos

Você pode gostar também
Relato de Parto: Gabi
Sobre os vinte e oito dias que mudaram minha vida.
Escolher ou ter escolha?
In Útero. Histórias de nascimentos.